Passatempos

Batalha Naval

Jogo da Batalha Naval

Quem já conhece a Batalha Naval? Este divertido jogo de estratégia já é jogado desde a Primeira Grande Guerra, na sua versão clássica, de papel e lápis. Dizem os entendidos que o jogo tem como antecessor um jogo de tabuleiro lançado em 1980, chamado Basilinda.

A Batalha Naval hoje tem muitas variações, mas o objectivo geralmente é sempre o mesmo: derrotar a forta inimiga. Aqui vamos apresentar uma das variações mais comuns do jogo, que era jogada nos anos 80 nas escolas, em Portugal. Há quem prefira mudar os nomes dos navios, há quem coloque mais ou menos navios, há quem dê formatos diferentes às embarcações… Mas vai dar ao mesmo 🙂 Nós optámos por colocar mais embarcações para tornar o jogo mais rápido de jogar. Vamos ao jogo?

Regras

Há dois jogadores. Cada um tem dois quadros com 8 por 8 coordenadas, o que totaliza 64 casas. Primeiro, cada jogador posiciona as suas embarcações dentro de um dos quadros, a caneta – para não apagar a meio do jogo. Não pode encostar duas embarcações, nem pode deixar nenhuma casa fora do quadro. Quando os dois jogadores terminam de colocar as embarcações dentro do quadro, começa a batalha!

Numa jogada, cada jogador diz três pares de coordenadas, e anota no seu segundo quadro (para seu próprio controle). Vão trocando, até que um dos jogadores consiga afundar toda a frota do adversário.

Nesta página pode descarregar a nossa folha, prontinha para ser dividida em duas partes. Dividam a folha a meio, cada jogador fica com metade. No topo da folha, está a “cábula” com a frota. Os quadros, seis em cada metade, dão para três jogos. No quadro da esquerda coloca a sua própria frota, a caneta, e anota os danos causados pelo adversário; no quadro da direita, anota os furos que fez na frota do seu adversário.

Link para o jogo – clique aqui.

Boa batalha!

Partilhar:

Deixe um comentário

Item adicionado ao carrinho.
0 itens - 0.00